Conheça os 12 Golpes de fim de ano mais usados segundo a McAfee

Shape Image One
Conheça os 12 Golpes de fim de ano mais usados segundo a McAfee

Neste período de festas, no qual usamos a internet para efetuar compras on-line, enviar cartões virtuais, escolher presentes, reservar voos e hotéis e para encaminhar mensagens de Natal e Ano Novo devemos ficar atentos. Conheça os 12 Golpes de fim de ano mais usados segundo a McAfee:
 

Conheça os 12 Golpes de fim de ano mais usados

 

1. Fraudes nas redes sociais

Prestar atenção à publicidade, especialmente a convites para concursos ou festas. Desconfiar inclusive de links para ofertas de trabalho em casa.
 

2. Aplicativos móveis maliciosos

Só baixar aplicativos de sites oficiais e verificados quanto à idoneidade. Revisar os comentários de usuários e as permissões do aplicativo. Ler as políticas do site sobre o aplicativo antes de aceitar sua instalação.
 

3. Fraudes a viajantes

Cuidado com as ofertas boas demais para ser verdade, ou seja, a preços muito baixo. Se for viajar, evitar o uso de conexões Wi-Fi gratuitas ou de redes não seguras.
 

4. Spam/Phishing de Natal

Nunca responder a mensagem de spam, nem clicar nos links inseridos nessas mensagens.
 

5. iPhone, iPad ou outros presentes suspeitos

Suspeitar de ofertas inverossímeis pela internet. Procurar verificar diretamente com a loja virtual ou com um contato na loja física.
 

6. Links via WhatsApp

Nunca clicar nun link suspeito, mesmo que venha de alguém conhecido.
 

7. Cartões de presente

Comprar cartões ou vale-presente em sites autorizados e não mediante terceiros.
 

8. SMiShing

Importante: as lojas virtuais sérias e os bancos nunca solicitação verificar as informações pessoais nem pedirão para digitar números de identificação pessoal ou de documentos apenas para verificação.
 

9. Lojas virtuais

Comprar somente em lojas e sites de e-commerce credenciados e confiáveis.
 

10. Falsa filantropia

Quando o consumidor desejar fazer uma doação pela internet deverá verificar que isto seja feito por meio de um site confiável e pesquisar antes sobre a organização escolhida para receber o auxílio.
 

11. E-cards e cartões perigosos

Verificar que o remetente dos cartões eletrônicos seja alguém realmente conhecido ou que tenha sido encaminhado por um site de cartões reconhecido e confiável.
 

12. Classificados falsos

Não enviar dinheiro para adquirir produtos em “super oferta” e assegurar-se de receber o produto antes de efetuar o pagamento.
 

Quer tornar-se um especialista em produtos Microsoft?

Tenha acesso a vários cursos em uma única plataforma pagando apenas R$ 9,90 por mês.
Conheça o nosso Microsoft Club clicando aqui.