Devo ir para a nuvem só por que todo mundo vai?

Shape Image One
Devo ir para a nuvem só por que todo mundo vai?

No Nerd Talk Show de hoje tivemos a presença do Deivid VerasProfissional de TI, falando sobre o tema: Devo ir para a nuvem só por que todo mundo vai?
 

O que é armazenamento em nuvem?

A “nuvem” nada mais é do que um espaço de armazenamento de arquivos na internet, onde você pode criar uma pasta para salvar suas fotos, vídeos e documentos de forma online. Ou seja, esses arquivos não ficam armazenados em um dispositivo fixo, permitindo que você os acesse quando e de onde quiser. Tudo que você guardar na nuvem poderá ser acessado pelo celular ou computador, desde que você esteja conectado à internet.
 
As maiores vantagens da computação em nuvem para empresas

  • Mais agilidade nas mudanças tecnológicas.
  • Escalabilidade no uso dos serviços.
  • Redução de custos com infraestrutura interna.
  • Disponibilidade em todos os momentos, especialmente nos críticos.
  • Computação em nuvem para empresas gera sustentabilidade.

 
Desvantagens:

  • Preço: O investimento precisa caber nas despesas fixas do mês.
  • Brechas na segurança: Qualquer sistema on-line está suscetível a hackers.
  • Legislação: as leis que penalizam crimes cibernéticos são diferentes em cada nação. Como os servidores de cloud computing ficam espalhados pelo globo, isso pode dificultar as investigações e o julgamento de piratas envolvidos em roubos de dados.
  • Conexão: infelizmente, o sinal de internet não chega a todos os lugares.

 
Uma nuvem computacional pode ser implantada seguindo alguns modelos. Os mais comuns são:

  • Nuvem privada: uma nuvem privada é aquela construída para uso exclusivo de uma entidade e operada pela mesma. Em geral, ela é construída sobre um ou mais data centers privados.
  • Nuvem pública: uma nuvem pública é aquela construída por um provedor de serviços e que fornece serviços acessíveis ao público em geral pela Internet.
  • Nuvem híbrida: uma nuvem híbrida é aquela criada por uma composição de duas ou mais nuvens privadas e públicas, que permanecem distintas, mas são interconectadas. Comumente se utilizam nuvens híbridas para aumentar a escalabilidade de uma nuvem privada, ou seja, uma entidade aumenta a sua capacidade de entrega de recursos computacionais ao se conectar a uma ou mais nuvens públicas. Outro caso de uso é prover recursos computacionais para alta disponibilidade ou recuperação de desastres.
  • Nuvem comunitária: uma nuvem comunitária é aquela criada por uma federação de nuvens privadas pertencentes a entidades com mesmos fins ou objetivos. Por exemplo, pode-se criar uma nuvem comunitária das universidades estaduais paulistas, a Unicamp, a Unesp e a USP, e permitir o compartilhamento de recursos computacionais entre os membros dessas instituições.

 

Já conhece o nosso Podcast?

Conheça o nosso Podcast – Formata meu PC? 
Escolha sua plataforma de streaming favorita para ouvir!





 
 
.

Quer tornar-se um especialista em produtos Microsoft?

Tenha acesso a vários cursos em uma única plataforma pagando apenas R$ 9,90 por mês.
Conheça o nosso Microsoft Club clicando aqui.